A logística reversa

Na natureza nada se cria e nada se perde, tudo se transforma. Qualquer coisa material que você tem dentro de casa é resultado da transformação de matéria encontrada na natureza, a matéria-prima. Existem itens da produção de alguma coisa que são utilizados in natura (sem qualquer industrialização) e aqueles que necessitam alguma transformação (os semimanufaturados) para serem utilizados no produto final.

CICLOA figura ao lado mostra uma sequência de fornecedores que, desde a extração na natureza, vão fazendo diversas e sequenciais manufaturas de maneira que chega preparada para o emprego na  indústria. O fornecedor número quatro, no alto da figura representa outro grupo (que não é mostrado) que se junta na indústria. O fornecimento da energia elétrica é um bom exemplo, imagine toda a estrutura do processo que está por detrás desse item. A sua geladeira, sobre a qual escrevi no blog anterior, esta novinha no portão da fábrica, aguardando pelo transporte ao depósito, aonde vai esperar pelo seu pedido na loja. O rosto na figura é você feliz da vida com a nova aquisição.

Segundo uma pesquisa sobre quanto tempo, em média, duram as geladeiras no Brasil, realizada pelo Instituto brasileiro de defesa do consumidor ( IDEC), mostra que são seis anos de vida útil sendo que dez por cento desses eletrodomésticos chegam a necessitar de dois consertos no período.

Você esteve entre os dois consertos e perdeu a paciência. Comprou uma nova e, conforme eu escrevi no blog anterior, comprou um segundo problema: o que fazer com a velha? A foto abaixo registra o seu encontro com a sua ex. Meio ruim, caidassa, um lixo mesmo! Na próxima enxurrada ela vai estar entupindo a entrada do bueiro.
geladeira

Existe no Brasil uma lei que regula a política nacional de  resíduos sólidos, onde são regulados os passos para se desfazer desses itens.  A norma vigente e a LEI Nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010 Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Dessa relação somente dois itens são razoavelmente divulgados, o descarte das baterias dos celulares e o de pneus. A nossa logística reversa das latinhas de cerveja e refrigerantes é muito badalada no mundo pelo seu índice de retorno – para cada 10 latas consumidas, nove retornam para reprocessamento. No meio da agricultura é bem difundido o descarte de embalagens dos agrotóxicos empregados na lavoura.

Como o leitor pode perceber, temos lei para cuidar disso e montar uma estrutura de retorno dos materiais que não têm mais emprego. Como mostra o esquema da primeira figura, de certa forma, tudo retorna para a natureza. O desafio é montar a estrutura prevista na lei e botar para funcionar e com isso devolver para a natureza de forma correta, minimizando os prejuízos para ela e para nós mesmos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s