A coleta seletiva da embalagem

A embalagem é um daqueles indicadores que são quase universais. Ela serve, ao mesmo tempo, para monitorar o nível de desenvolvimento econômico e o de educação para o desenvolvimento social.

A Associação Brasileira de Embalagens² (ABRE) diz :

A embalagem reflete a cultura e estágio de desenvolvimento de uma nação e seu aprimoramento vem acompanhando a evolução da sociedade desde os tempos primórdios, se adequando à sua nova organização, padrões, necessidades.

No mundo dos administradores existe uma colocação clássica a respeito da embalagem: Afinal, a embalagem agrega valor ao produto, ou não? Pertenço ao grupo que pensa que não, pois ela tem a função de proteger para que não se perca o valor agregado, até que ocorra o consumo.

Na verdade, nos cabe é melhorar continuamente a gestão organizacional para qualificar também os resultados ambientais. A divisão de responsabilidades ambientais entre a sociedade e a empresa não se trata de uma linha demarcatória: é um contínuo de ações entrelaçadas, que se inicia na engenharia da produção e do produto, passa pelo consumo, pela destinação correta da embalagem e retorno energético à indústria de base.

Segundo a política ambiental brasileira, uma empresa sustentável tem que gerar resultados financeiros, sociais e ambientais. São as três interfaces com o tecido social, onde a coleta seletiva é uma ação proativa nesse contexto das competências concorrentes entre a empresa e a sociedade. A figura abaixo¹ mostra o principio de tudo, no retorno ao ambiente.

coleta seletiva em fazendas

Assim, qualquer um dos grupos de materiais mostrados na figura pode representar a forma de organização, capacitação e expressão da vontade social quanto a sustentação do ambiente. A criticidade do desafio de manutenção do meio cresce na medida em que aumenta a aglomeração dos seres humanos em grandes, médias e pequenas cidades. Vamos eleger, pela popularidade, a embalagem do tipo garrafa pet, no grupo do plástico para demonstrar uma parcela dos trabalhos de reciclagem no Brasil. Todos os dados são da Associação Brasileira da Indústria do Pet (ABIPET)³, que se encontra na nona rodada de censo, realizada em 2012.

A base geográfica dos dados é o Brasil com a sua divisão clássica em regiões, onde são identificadas as empresas que trabalham com a reciclagem de PETs, as quais foram convidadas a responder a um questionário.

Atualmente já foi atingido o índice de 58,9% de reciclagem, com 766 cidades brasileiras (são 5570 municípios no país) que dispõem de serviço de coleta seletiva. Um outro aspecto importante é a solidez das empresas de reciclagem onde 95% delas tem mais de cinco anos de atividade ininterrupta e firme no negócio. A foto abaixo mostra a fase compressão e do do enfardamento, segundo a classificação do tipo de material. A partir daqui o material segue para a indústria para transformar em matéria prima, sendo que mais da metade (65%) gera os flakes, que são pedaços quase na condição de espuma e cristais, seguindo inclusive para a indústria química. Outros 25% voltam a ser garrafas.para não alimentos.

pronto

Este segmento é um mercado muito ativo e concorrido mas que ainda tem muito espaço para se expandir.

Na medida que é algo muito ligado à cultura da sociedade, o processo não tem a velocidade de desenvolvimento que se espera dele. A educação para a coleta seletiva é a chave que destrava o volume de negócios.

Quanto ao desenvolvimento econômico do país, a embalagem serve para medir o grau em que ele ocorre, pois quanto mais se consome, mais se produz que, por sua vez, necessita de mais embalagens para conter, movimentar e transportar. Se queremos saber o tamanho da crise de um país, basta que se conheça a curva de desempenho dos fabricantes de embalagem de papelão e de PET.

Referências

  1. www.sestr.com.br
  2. http://www.abre.org.br/
  3. http://www.abipet.org.br/

http://www.abre.org.br/wp-content/uploads/2012/07/cartilha_meio_ambiente.pdf

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s